Qualidade de frutos de maracujá amarelo comercializados na CEAGESP-Bauru - SP

Autores

  • Maurício Olívio Ferreira FIB Bauru
  • Andréa Maria Antunes FIB Bauru

Palavras-chave:

Passiflora edulis f. flavicarpa. Pós-colheita. Classificação dos frutos.

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar as características físico-químicas de frutos de maracujá provenientes de quatro regiões distintas de produção no Estado de São Paulo e comercializados na CEAGESP (Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo) - Bauru, SP, em fevereiro de 2015. Foram realizadas as seguintes análises: rendimento de polpa dos frutos; espessura da casca, comprimento e diâmetro equatorial do fruto, número de sementes, sólidos solúveis (SS), acidez titulável (AT) e a relação SS/AT. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado, com 4 tratamentos e 5 repetições (cada repetição com 5 frutos). Os resultados foram submetidos à análise de variância e as médias comparadas estatisticamente pelo teste Tukey a 5% de probabilidade. De maneira geral, os resultados indicaram que, embora tenham ocorrido diferenças estatísticas significativas em algumas características físico-químicas dos frutos, todos os tratamentos apresentaram propriedades que garantem a sua qualidade para a indústria ou mercado in natura.

Downloads

Publicado

2019-08-31

Edição

Seção

Artigos